Hoje em dia, como se costuma dizer “a tradição já não é o que era”. E tanto no Candomblé como na Umbanda, já existe tanta miscelânia de cultos e rituais, que por vezes quando se visita uma casa, já nem se entende se é de Candomblé, ou se é de Umbanda. Já existem mesmo casas, que se dizem de ambas as religiões, e anunciam uns dias, ritual de Candomblé, e outros de Umbanda.

Mas, afinal há ou não há diferenças? São ou não são religiões diferentes?

No Candomblé, como se sabe não se cultua “egun”  (espiritos de mortos), e sabemos que já existem por ai casas de Candomblé Ketu e outras, que trabalham com Pretos – Velhos… Como pode haver numa casa de Candomblé, consultas com Preto – Velho?… Ou os Orixás já se adaptaram aos meios modernos e já falam?

Existe hoje em dia muita confusão por ai, e estamos a caminhar, para que no futuro ambas as religiões se misturem e nem tenham já diferenças. É preciso diferenciar as coisas, para que as tradições, e a essência da sua criação não se percam.

Deixamos aqui alguns textos, que achamos interessantes, sobre as diferenças entre ambas as religiões:

Candomblé não é Umbanda

Candomblé e Umbanda

Os Orixás

Orixás